quarta-feira, 24 de outubro de 2012

BARRAS DE CEREAIS: Ajudam a emagrecer?

Tem barrinhas de todos os tipos: trufa, brigadeiro, castanhas, frutas vermelhas... mas, será que elas ajudam você a emagrecer? “Basear-se em itens industrializados com alegações de marketing emagrecedor é um grande erro. O ideal é consumir alimentos naturais e deixar os industrializados para situações de emergência, sempre procurando limitar sua quantidade”, alerta o nutrólogo Dr. Celso Cukier do Hospital e Maternidade São Luiz.

Longe de serem “light”, muitos desses produtos trazem altas concentrações de açúcar, sódio e gordura. Muitas pessoas compram esses produtos sem se preocupar em olhar as informações nutricionais contidas no verso. Com isso, os consumidores acabam ingerindo nutrientes prejudiciais ao organismo sem perceber, ultrapassando muito a quantidade máxima diária recomendada.

“O rótulo é nosso principal aliado, mas faltam programas educacionais orientando como analisá-los”, explica. É preciso ficar atento principalmente às informações referentes a carboidratos, proteínas, gorduras, colesterol, fibra e sódio.

Barrinhas de cereais normalmente entram na sacola de muitas mulheres que pensam em emagrecer e levar uma vida mais saudável, evitando as frituras e entrando no mundo dos cereais. Mas elas, muitas vezes, estão enganadas diante da sua escolha. Para ficarem mais gostosas e atraentes muitas das barrinhas têm coberturas de chocolate, mousse de limão, mel, açúcar refinado entre outros alimentos. Neste caso, o nutrólogo orienta a procurar frutas desidratadas (como damasco, ameixa, uva passa) e sementes oleaginosas (castanhas, amêndoas e nozes). Quanto mais evitar alimentos industrializados, melhor. Segundo o Dr. Celso Cukier, a ingestão de água ajuda a hidratar o corpo além dos diversos benefícios que proporciona à nossa saúde. Ela é indispensável na vida de qualquer pessoa.
Adaptado de Melina Cabral do Bolsa de Mulher - Fuja dos "falsos" alimentos saudáveis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário